Notícias

Embratur e Argentina avançam em promoções conjuntas

Guilherme Paulus, Vinicius Lummertz, Gustavo Santos e Oscar Guesser em evento na Argentina - (Foto: Embratur)
Fonte: Embratur

Em Buenos Aires, países assinam carta de intenções para reforçar iniciativas que visam a atração de turistas estrangeiros em promoções conjuntas

O presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), Vinicius Lummertz, e o ministro do Turismo argentino, Gustavo Santos, assinaram nesta terça-feira (4), no estande do governo vizinho na FIT (Feira Internacional de Turismo), uma carta de intenções com ações de promoções conjuntas visando melhorar o intercâmbio turístico bilateral e oferecer oportunidades para turistas de países distantes. O documento representa mais um passo adiante na política de aproximação entre os dois dirigentes de escritórios de turismo do Brasil e Argentina, já que Santos preside também a Inprotur, o instituto que promove o turismo daquele País.

“Estamos evoluindo bem e as soluções práticas estão se encaminhando. Vamos continuar apostando no crescimento do mercado argentino em relação aos destinos brasileiros, em especial no verão que se aproxima, já que as condições são praticamente as mesmas do pré-verão do ano passado, em relação ao câmbio. Temos ainda o sucesso da Olimpíada e Paralimpíada Rio 2016, que certamente vai animar nossos vizinhos a voltar a esse novo Brasil mostrado nos Jogos”, comentou Lummertz.

No capítulo da facilitação no intercâmbio de turistas entre os dois países, o destaque fica por conta do entusiasmo dos dirigentes quanto à hipótese de o governo brasileiro permitir que turistas norte-americanos que podem visitar a Argentina sem a necessidade de obter visto de entrada, estenderem sua viagem até Foz do Iguaçu. A ideia está sendo debatida pelos órgãos governamentais e tem o apoio do ministro Santos:

“Para nós seria ótimo, pois aumentaria ainda mais a procura dos norte-americanos pela Argentina além de, claro, trazer um ganho para o Brasil”.

Gustavo Santos e Vinicius Lummertz iniciaram conversações para tentar montar uma estratégica conjunta de venda de um produto turístico comum aos dois países, o chamado cruzeiro náutico fluvial, com roteiros por rios navegáveis que passam pelos dois países.

“Sempre fui um entusiasta dessa modalidade. Não devemos esquecer que é possível entrar em navios a partir de Buenos Aires e ir até o Pantanal, no Mato Grosso”, emendou o presidente da Embratur.

A proposta seria montar um estande único de promoção na Sea Trade, em Miami, em março de 2017. O coordenador-geral de Inteligência Competitiva e Mercadológica da Embratur, Bruno Reis, acompanhou o presidente Lummertz na assinatura da carta de intenções. Representando o setor privado, assinaram como testemunhas do documento o vice-presidente da ABAV (Associação Brasileira de Agências de Viagens), Guilherme Paulus, e o presidente da Câmara Empresarial Argentina de Turismo, Oscar Guesser.

Publicidade
Click para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Populares

Topo