Eventos

Brasil promove encontro de lideranças da aviação civil

Brasil promove encontro de lideranças da aviação civil
Fonte: Min. do Turismo, Assessoria de Comunicação do Min. dos Transportes, Portos e Aviação Civil

Na programação, seminário focado exclusivamente na relação do turismo com o setor. País está entre 10 principais mercados da aviação civil mundial

Os dirigentes das instituições que comandam a aviação civil no mundo reúnem-se a partir de hoje no Rio de Janeiro para trocar experiências, discutir tendências, gargalos e marcos regulatórios do setor. O International Brazil Air Show (IBAS) vai até 2 de abril com a participação de representantes de governos, executivos do setor privado e representantes da alta gestão aeroportuária brasileira e internacional.

De acordo com o presidente da Associação Brasileira de Empresas Aéreas (Abear), Eduardo Sanovics, o turismo é a primeira indústria que recebe os impactos da aviação civil. “Desde 2011 vivemos uma transformação. O número de passageiros passou de 30 milhões para 100 milhões, com redução da tarifa média”, comentou Sanovics. Ele defendeu o avanço da agenda de regulamentação do setor no país e a aviação para todos na construção de uma nação forte.

O secretário Nacional de Estruturação do Turismo, Neusvaldo Ferreira Lima, frisou a importância da estruturação dos destinos turísticos nacionais para aumentar a demanda da aviação civil no Brasil.

“Tenho certeza de que o debate e os negócios gerados aqui, nos próximos dias, serão extremamente salutares para garantir que os avanços conquistados nos últimos anos tenham continuidade”, afirmou Neusvaldo. As viagens domésticas no Brasil saltaram de 138,7 milhões para cerca de 200 milhões, entre 2005 e 2016.

De acordo com o secretário Nacional de Aviação Civil, Dario Lopes, o Ibas será uma referência robusta para subsidiar as políticas públicas do setor. “As discussões vão nos ajudar na elaboração e execução de ações estratégicas e pensar no aumento da mobilidade no pais, da capilaridade de transporte de passageiros e cargas e da cobertura geográfica”, afirmou. O Brasil figura entre os 10 principais mercados da aviação e tem papel ativo na discussão dos marcos regulatório do setor no mundo.

Sobre o Evento International Brazil Air Show

O International Brazil Air Show vai discutir as tendências, perspectivas, entraves e soluções para o setor, que hoje contribui com 1,3% do PIB do Brasil e é responsável por cerca de 1,6 milhão de empregos. O evento está sendo realizado em auditórios do Terminal 1 do RIO Galeão – Aeroporto Internacional Tom Jobim. A programação se divide entre palestras, workshops, seminários e rodadas dedicados ao público de negócios (dias 29, 30 e 31) e atividades dedicadas ao público em geral (dias 1 e 2 de abril). O Landings Latin America, seminário focado exclusivamente na relação do turismo com a aviação, será realizado no dia 31 de março. Na ocasião, serão avaliados o cenário da integração aérea no continente e o desafio do desenvolvimento de novas rotas na região, além de traçar estratégias de ampliação da conectividade.

São esperados cerca de 80 mil visitantes. Entre os participantes estão a secretária-geral da Organização da Aviação Civil Internacional (ICAO, na sigla em inglês), Fang Liu, e dirigentes de entidades internacionais como a FAA (Federal Aviation Administration), a IATA (International Air Transport Association) e a CLAC (Comisión Latinoamericana de Aviación Civil).

Tradição e mercado promissor

O Brasil é um grande produtor de aeronaves e tem grande importância nesse setor para a América Latina, já que a Embraer é o terceiro produtor mundial de jatos comerciais e suas aeronaves operam em mais de 150 companhias aéreas ao redor do mundo. O Brasil ainda se destaca por uma ampla aviação geral (executiva), incluindo voos com helicópteros, além de ter uma grande força na aviação agrícola.

Publicidade
Click para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Populares

Topo